Vereadores da Oposição reprovam projeto que destinava recursos da Lei Paulo Gustavo para artistas de Barão de Grajaú


Em uma sessão marcada por polêmicas e acusações de perseguição política, a Câmara Municipal de Barão de Grajaú-MA reprovou o Projeto de Lei de adequação orçamentária N.002/2024. Este projeto, proposto pela prefeita Claudimê Lima, visava destinar recursos oriundos da Lei Paulo Gustavo, no valor de R$ 31.958,87, para ações culturais, artísticas e científicas no município.

Contexto do Projeto de Lei

Na sessão realizada no dia 11 de junho de 2024, o presidente da câmara, vereador Welington Ribeiro, colocou em votação a proposta de adequação orçamentária. A prefeita Claudimê Lima solicitava a inclusão do valor referente a uma “sobra” de recursos da Lei Paulo Gustavo como crédito especial na Lei Orçamentária Anual vigente.

O objetivo do projeto era claro: utilizar os fundos para fomentar a cultura local, promovendo eventos e atividades que beneficiariam diretamente os artistas e a comunidade científica de Barão de Grajaú. Contudo, a proposta encontrou resistência significativa entre os vereadores.

Votação e Resultados

A votação expôs uma clara divisão entre os membros da câmara. Os vereadores Arilson Lima e Valderi votaram a favor da liberação dos recursos para os artistas, demonstrando apoio às iniciativas culturais promovidas pela gestão municipal. No entanto, a maioria dos vereadores, ligados ao ex-prefeito Gleydson Resende, votou contra o projeto. Os vereadores Zé Leão, Zé Nilton, Diodão, Edmar e Bonga se posicionaram contra a liberação dos fundos.

O presidente da câmara, Welington Ribeiro, optou por não votar, enquanto os demais vereadores não compareceram à sessão.

Reações e Acusações

A decisão de reprovar o projeto foi recebida com indignação por parte da comunidade e dos apoiadores da cultura local.

Impacto na Cultura Local

Com a reprovação do projeto, os recursos destinados às ações culturais retornarão aos cofres do governo federal, privando a comunidade local de investimentos essenciais para o desenvolvimento artístico e científico. Artistas e produtores culturais de Barão de Grajaú manifestaram preocupação e descontentamento, enfatizando a necessidade de apoio governamental para manter vivas as tradições e iniciativas culturais do município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Arquivos do Reais